Expandindo seus sonhos,
com o melhor de São Luís

Nossas Lojas

Quando responder (ou não) um comentário negativo?

Quando não responder um comentário negativo 1. Quando você estiver de cabeça quente: imagine como as coisas irão piorar caso você dê a resposta errada. 2. Antes de pensar bem na resposta: se contradizer é outra coisa que pode tornar a situação ainda pior. 3. Quando o comentário vier de um Troll: o “Troll”, que é o sujeito que tem como único objetivo ofender e falar mal (sem argumentar), é rapidamente reconhecido pela audiência, que costuma rechaçá-lo (não sempre, mas cada vez mais a própria audiência tem reconhecido e combatido os Trolls). 4. Quando o comentário for só uma dor de cotovelo: “Ah, você só conseguiu os convites para a festa porque é um blogueiro conhecido e isso interessa para a organização da festa. Seu vendido!” – Isso não precisa de resposta, precisa de maturidade. Quando responder um comentário negativo 1. O comentário surgir de um engano: A pessoa, que comentou, achou que as coisas funcionavam de uma maneira, mas, na verdade, funcionavam de outra. Explique como as essas coisas são e funcionam na verdade. 2. Virou a festa dos Trolls: Um ou dois Trolls, você deixa quieto. Mas às vezes eles atacam em bando, então responda da melhor maneira possível. 3. Você errou: peça desculpas e diga que irá arrumar. E arrume. 4. Alguém não gostou do seu texto, marca ou produto, mas foi educado: não contrarie, pois as pessoas têm o direito de não gostar. Use o comentário para perguntar como você pode melhorar. Eu, particularmente, acredito que os comentários devem ser abertos. Mas isso não significa que deva ser uma bagunça: é preciso que regras para apagar ou não, sejam definidas, mesmo apenas os editores do blog as conheçam. Isso é bom para ajudar a tomar decisões. E qual tipo de comentário deve ser respondido sempre? Os comentários onde o leitor elogia o seu trabalho. Seja legal e agradeça. Dê atenção ao leitor legal, que aprecia e faz parte do seu site.]]>

São Luís Shopping
Todos os direitos reservados. © 2020.